O desenhista brasileiro Rafael Albuquerque, foi um dos artistas que participou da elaboração de capas variantes para homenagear os 75 anos da criação do personagem Coringa. Em junho o palhaço do crime, vai ganhar várias homenagens nas revistas de linha da DC.

Rafael escolheu como tema para a sua arte, que sairia na revista #41 da Batgirl, a Graphic Novel “A Piada Mortal” de Alan Moore e Brian Bolland. A capa você pode ver no fim deste post. Apesar de fazer referência a um dos momentos mais marcantes e icônicos da história da heroína e do vilão, muitas pessoas não gostaram dessa retratação alegando que a mesma fazia apologia a violência contra a mulher.

“Minha arte da capa variante da Batgirl foi concebida para homenagear uma história em quadrinhos que eu realmente admiro, e eu sei que é uma das mais favoritas de muitos leitores. ‘A Piada Mortal’ é parte do cânone de Batgirl e artisticamente, eu não poderia evitar de retratar a situação traumática entre Barbara Gordon e Coringa.” disse Rafael, “Minha intenção nunca foi ferir ou incomodar ninguém pela minha arte. Por essa razão, recomendei a DC que a capa variante fosse retirada. Estou muito satisfeito que a DC Comics entendeu as minhas preocupações e não vai publicar a arte da capa em junho, como anunciado anteriormente.”

A DC realmente atendeu ao pedido de Rafael e já anunciou que a capa não vai estar em circulação: “Independentemente se fãs acharem que fosse incompatível falar sobre temas como ameaças de violência e assédio na fase atual da Batgirl, entendemos que fora uma homenagem de Rafael Albuquerque ao Alan Moore, pela graphic novel A Piada Mortal, uma obra de 25 anos atrás… Vamos honrar o talento criativo, e por solicitação do Rafael, a DC Comics não vai publicar a capa variante da Batgirl.”

Veja a capa:

Paranoiaguda - Capa alternativa - Piada Mortal - Brasileiro